O Procon-PE interditou, nesta terça (16), sete estabelecimentos, no Centro do Recife, que descumpriam o Plano de Convivência das Atividades Econômicas do Governo de Pernambuco, para evitar a propagação da Covid-19. As lojas de varejo tinham tamanhos maiores do que o permitido pelo plano: 200 metros quadrados.

Parte das lojas interditadas - Atacado dos Presentes, A Futurista, Essência Mania, Nova Era, e Zezé Hambúrguer - ficam na Rua das Calçadas, no bairro de São José. As demais -  Maria Donata e Le biscuit - na Boa Vista. O Atacado dos Presentes, por exemplo, possui mais de 8 mil metros quadrados de área. A lanchonete do local foi fechada pelos fiscais porque os funcionários estavam realizando atendimento presencial em mesas, com as pessoas consumindo o alimento no local, o que não é permitido.

De acordo com o gerente jurídico do Procon, Ricardo Faustino, as interdições das lojas com mais de 200 metros permanecerá até que o plano de convivência autorize a reabertura dos locais com áreas maiores. “Todas a lojas visitadas tinham mais de 200 metros quadrados e a hamburgueria funcionava como se a pandemia tivesse terminado. Mesas aglomeradas e pessoas sentadas esperando atendimento ou consumindo. A lanchonete terá cinco dias para apresentar que está funcionando de acordo com os protocolos de segurança”, explica.

As fiscalizações do órgão terão continuidade, não só em lojas de varejos, mas em supermercados e farmácias, para garantir que protocolos de segurança foram adotados. O consumidor também pode denunciar alguma irregularidade entrando em contato pelos números – 0800.282.1512 ou 81 3181.7000. Pode, ainda, enviar a denúncia pelo e-mail denuncia@procon.pe.gov.br.